O desenvolvimento sustentável das microrregiões do Paraná nos anos 2000 e 2012

  • Samara Cristina Vieceli Piacenti Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Jandir Ferreira De Lima Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Carlos Alberto Piacenti Universidade Estadual do Oeste do Paraná
Palabras clave: Desenvolvimento sustentável; painel de sustentabilidade; economia regional; economia paranaense.

Resumen

Este estudo analisa o perfil do desenvolvimento sustentável das 39 microrregiões do estado do Paraná, Brasil. Para cada microrregião, analisaram-se as dimensões ambiental, econômica, social e institucional. Para verificar a evolução e melhoria dos indicadores, foram utilizados dados de 2000 e 2012 no Painel de Sustentabilidade para gerar o Índice de Desenvolvimento Sustentável. Os resultados apontaram que a microrregião de Curitiba teve o melhor desempenho no desenvolvimento sustentável. No entanto, as microrregiões que mais se desenvolveram de 2000 a 2012 foram Pato Branco, Londrina e Ponta Grossa. Aquelas que menos se desenvolveram nesse período foram as de Jaguariaíva, São Mateus do Sul, Prudentópolis e Lapa.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.
  • Biografía del autor

    Samara Cristina Vieceli Piacenti, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

    Economista pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, Brasil. Mestranda em Desenvolvimento Regional e Agronegócio na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, Brasil. Endereço: Rua da Faculdade, n. 645, bairro Jardim La Salle. Correio eletrônico: samara _ cv _ @hotmail.com

    Jandir Ferreira De Lima, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

    Economista pela Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta, Brasil. Mestre em Economia pela Universidade Federal da Bahia, Salvador, Brasil. Doutor em Desenvolvimento Regional pela Universidade do Québec, Saguenay, Canadá. Professor do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, Brasil. Endereço: Rua da Faculdade, n. 645, bairro Jardim La Salle. Correio eletrônico: jandirbr@yahoo.ca; jandir.lima@unioeste.br

    Carlos Alberto Piacenti, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

    Economista pela Faculdade de Ciências Econômicas do Sul de Minas, Itajubá, Brasil. Mestre em Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, Brasil. Doutor em Economia Aplicada pela Universidade de Viçosa, Viçosa, Brasil. Professor do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional e Agronegócio da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Toledo, Brasil. Endereço: Rua da Faculdade, n. 645, bairro Jardim La Salle. Correio eletrônico: piacenti8@yahoo.com.br

  • Referencias

    Alves, Lucir Reinaldo e Ferrera De Lima, Jandir (2007). Desenvolvimento Sustentável: elementos conceituais e apontamentos para reflexão. Em: Revista Integração, ano XIII, No. 50, jul./ago./set., p. 141-148.
    Barbosa, Gisele Silva (2008). Desafio do Desenvolvimento Sustentável. Em: Revista Visões, Vol. 1, No. 4, janeiro-junho, 11p.
    Benetti, Luciana Borba (2006). Avaliação do Índice de Desenvolvimento Sustentável (IDS) do município de Lages/SC através do método do Painel de sustentabilidade. Tese para optar
    ao título de doutora em Engenharia Ambiental. Doutorado em Engenharia Ambiental, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, SC, 215p.
    Bossel, Hartmut (1999). Indicators for Sustainable Development: Theory, Method, Applications. A Report to the Balaton Group. Winnipeg, Manitoba, 138p.
    Bourscheidt, Deise Maria e Dalcomuni, Sônia Maria (2010). Do crescimento econômico ao desenvolvimento sustentável: aspectos conceituais e marcos importantes. Congrega.
    Alegrete: Urcamp, 16p.
    Commission Brundtland (1987). Our Common Future, Brundtland Report. United Nations, General Assembly. Report of the World Commission on Environment and Development, 247p.
    IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2012). Em: Indicadores de desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro, RJ.
    Ipardes — Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (2014). Em: Base de dados do Estado.
    Jara, Carlos Júlio (1998) A sustentabilidade do desenvolvimento local. Desafios de um processo em construção. Secretaria de Planejamento do Estado de Pernambuco, Recife, PE, 316p.
    Layrargues, Philippe Pomier (1997). Do ecodesenvolvimento ao desenvolvimento sustentável: evolução de um conceito. Em: Revista Proposta, No. 71, dezembro-fevereiro, p. 5-10.
    Mcdonough, William e Partners (1992). The Hannover Principles design for Sustainability. Hannover, Germany, Expo 2000. The World’s Fair, 59p.
    Ministério da Saúde. Informações de Saúde. (2010). Em: Proporção de pessoas com baixa renda — Paraná, 2000, 2010. DataSUS.
    Ministério do Trabalho e Emprego (2014). Relação Anual de Informações Sociais (MTE-RAIS). Em: Banco de Dados.
    Romeiro, Ademar Ribeiro; Reydon, Bastiaan Philip e Leonardi, Maria Lúcia Azevedo (1999). Economia do meio ambiente: teoria, políticas e a gestão de espaços regionais. 2. ed.
    Campinas: Unicamp: Instituto de Economia, 377p.
    Van Bellen, Hans Michael (2003). Desenvolvimento Sustentável: uma descrição das principais ferramentas de avaliação. Em: Ambiente & Sociedade, Vol. 7, No. 1, janeiro-junho, p. 67-88.
Publicado
2018-10-01
Cómo citar
Vieceli Piacenti, S., Ferreira De Lima, J., & Piacenti, C. (2018, octubre 1). O desenvolvimento sustentável das microrregiões do Paraná nos anos 2000 e 2012. SEMESTRE ECONóMICO, 21(49), 89-114. https://doi.org/10.22395/seec.v21n49a4
Sección
Artículos de investigación