Del lugar a las lecciones, del conocimiento a la formación:

narrativas de la experiencia de los habitantes de Rosado / RN

Palabras clave: lecciones de la experiencia, narrativas (auto) biográficas, formación

Resumen

Se revelan las lecciones de la experiencia de los habitantes de la Comunidad Rosado - distrito de la ciudad de Porto do Mangue en el estado de Rio Grande do Norte-RN / Brasil, mientras construyen y reconstruyen sus formas de vida. Este artículo tiene como objetivo comprender cómo las lecciones de la experiencia de los habitantes de la Comunidad Rosado / RN contribuyen a la formación y transformación de la vida cotidiana de los sujetos. Es una investigación cualitativa, utilizamos la investigación (auto) biográfica como método de investigación, con base en las narrativas de los habitantes de la Comunidad Rosado / RN. Señalamos que las lecciones de la experiencia se conservan entre sus habitantes, a saber: pesca, oración, siembra y enseñanza, entre otras, son practicadas y compartidas por los sujetos de la comunidad. Las narrativas tejidas se constituyen en el sentimiento de identidad de un pueblo, en la reconstrucción de las lecciones de la experiencia con el campo y el mar, porque todo esto pasado de generación en generación, contribuye al reconocimiento de este pueblo, y a hacerlos visibles en el lugar en que viven hacia la construcción de la vida cotidiana como comunidad.

  • Referencias

    Barros, L. (2009). O Desenvolvimento do Geoturismo no município de Porto do Mangue/RN com base no complexo “Dunas do Rosado”: patrimônio geológico Potiguar. Pesquisas em Turismo e Paisagens Cársticas, 2(1). 69-77. https://bit.ly/3g23XBf

    Bondiá, J. (2002). Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, (19), 20-28. https://doi.org/10.1590/S1413-24782002000100003

    Bosi, E. (1994). Memória e Sociedade. Lembranças de velhos. Companhia das Letras.

    Cascudo, L. da C. (2002). Dicionário do Folclore Brasileiro. Global.

    De Sousa, J. (2012). Sustentabilidade ambiental: análise da degradação e perturbação ambiental na mata ciliar do rio Mandú, Município de Pouso Alegre (MG) [tese de Doutorado, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”]. Repositório Institucional UNESP. https://repositorio.unesp.br/handle/11449/104451

    Delory-Momberger, C. (2008). Biografia e Educação: figuras do indivíduo-projeto. Paulus.

    Fernandes, S., Aguiar, A. e Fernandes, A. (2019). Narrativas de moradores do Rosado/RN: viver, contar, preservar seu lugar. Práticas Educativas, Memórias e Oralidades - Rev Pemo, 1(3), 1-15. https://doi.org/10.47149/pemo.v1i3.3524

    Freire, P. (1986). Medo e ousadia: cotidiano do professor. Paz e Terra.

    Freire, P. (1987). Pedagogia do oprimido. Paz e Terra.

    Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia. Paz e Terra.

    Freire, P. (1997). Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. Paz e Terra.

    Halbwachs, M. (1990). A memória coletiva. Presses Universitaires de France. https://bit.ly/3xmXiJu

    Josso, M. C. (2007). A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Educação, 30(3), 413-438. https://bit.ly/3dQFPkN

    Josso, M. (2010). Experiência de vida e formação. Paulus.

    Martins, J. (2000). A sociabilidade do homem simples: cotidiano e história na modernidade anômala. Hucitec.

    Minayo, M. (2007). (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. Vozes.

    Nonato Júnior, R. (2006). Filosofias que sopram o mar: mapeando conceitos de povos de mar, com os habitantes de Tatajuba, Camocim-Ce [dissertação do Mestrado, Universidade Federal do Ceará]. Repositório Institucional UFC. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3237

    Souza, E. (2006). A Arte de Contar e Trocar Experiências: reflexões teórico-metodológicas sobre história de vida em formação. Revista Educação em Questão, 25(11), 22-39. https://bit.ly/3uGGc77

    Tardif, M. (2012). Saberes docentes e formação profissional. Vozes.

  • Biografía del autor/a

    Ana Lúcia Oliveira Aguiar, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte-UERN, Mossoró-RN, Brasil

    Pós-Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Ceará (UFC) na linha de pesquisa Movimentos Sociais, Educação Popular e Escola. Doutorado em Sociologia pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Graduada e Licenciatura em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Tem Especialização em Inclusão pela Rede Municipal de Educação de Mossoró/RN, Curso da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), de Intérprete de LIBRAS, pela UERN e Curso de LEDOR, este pela CESGRANRIO, Curso de Legendagem para Surdos e Ensurdecidos, pela UFRN, Curso de Audiodescrição pela UFRN, Curso de Orientação e Mobilidade. Atualmente é professora Adjunta IV da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Foi bolsista de produtividade da UERN, membro dos Grupos de Pesquisa em Educação, Memória, (Auto) Biografia e Inclusão (GEPEMABI) da UERN e membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação do Ceará (GEPHEC), da Universidade Federal do Ceará. É professora do Programa de Pós-Graduação, Mestrado em Educação, da UERN e representante da Linha de Pesquisa Formação Humana e Desenvolvimento Profissional Docente, no Programa de Pós Graduação em Educação/POSEDUC, vinculada ao Programa Interinstitucional de Doutorado em Ciências da Saúde (DINTER), Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, como co-orientadora. É Diretora da Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN), membro Titular da Comissão de Extensão da Pró-Reitoria de Extensão da UERN, membro representando a Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN), da Junta Multiprofissional da UERN. Bolsista de Produtividade da UERN. Coordena pesquisas de Iniciação Científica (PIBIC) e de Inovação Tecnológica (PIBIT) sobre a perspectiva (auto) biográfica da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte com apoio do CNPq, pesquisas sobre Deficiência Auditiva, Deficiência Física, Deficiência Visual e Deficiência Intelectual financiadas pela UERN e pelo CNPq, respectivamente. Coordenou pesquisa com apoio da Fundação de Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN). Parecerista Ad Hoc junto à Comissão Permanente de Pesquisa (CPP) da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte e Membro Titular da Câmara de Pesquisa e Pós-Graduação, da UERN. Reúne experiência em pesquisas e extensão com populações camponesas, migrantes, Povos do Mar, Povos do Campo, Quilombolas, Caiçaras, em projetos Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Trabalho com a Metodologia da História Oral e (Auto) Biografia.

    Stenio de Brito Fernandes, Secretaria da Educação e da Cultura do Estado do RN-SEEC, Mossoró-RN, Brasil

    Mestre em Educação pelo Programa de Pós-Graduação em Educação (POSEDUC) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), e está relacionado à linha de pesquisa Práticas Educacionais, Cultura, Diversidade e Inclusão. Especialista em Mídia na Educação pelo Núcleo de Educação a Distância (NEAD / UERN) (2015). Especialista em História do Brasil na República da UERN (2005), possível graduação em Geografia da UERN (1999). Atualmente é professor estatutário fora do município de Porto do Mangue / RN (2003), não Ensino Fundamental II na Escola Municipal Francisca Serafim de Souza e falido do Estado do Rio Grande do Norte (RN) (2006), com disciplinas de geografia não Ensino Fundamental II e Educação de Jovens e Adultos (EJA) na Escola Estadual Jerônimo Vingt Rosado Maia. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Memória (Auto) Biográfica e Inclusão (GEPEMABI / UERN). Participo do Projeto de Pesquisa em andamento do Projeto de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPEG / UERN), intitulado: Promoção Social através de dois estudos de alunos de origem popular: da Educação Básica vinculado à Universidade. Faço integra o Projeto de Extensão, intitulado: Histórias de Vida na Música, Teatro e Desenho: Vozes Silenciadas. Ação desenvolvida pela Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN / UERN) e Pró-Reitoria de Extensão (PROEX / UERN). Tem experiência na área de Educação no Ensino Fundamental II e EJA no Ensino de Geografia, Educação Inclusiva e Narrativas (auto) Biografia. da Educação Básica vinculada à Universidade. Faço integra o Projeto de Extensão, intitulado: Histórias de Vida na Música, Teatro e Desenho: Vozes Silenciadas. Ação desenvolvida pela Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN / UERN) e Pró-Reitoria de Extensão (PROEX / UERN). Tem experiência na área de Educação no Ensino Fundamental II e EJA no Ensino de Geografia, Educação Inclusiva e Narrativas (auto) Biografia. da Educação Básica vinculada à Universidade. Faço integra o Projeto de Extensão, intitulado: Histórias de Vida na Música, Teatro e Desenho: Vozes Silenciadas. Ação desenvolvida pela Diretoria de Políticas e Ações Inclusivas (DAIN / UERN) e Pró-Reitoria de Extensão (PROEX / UERN). Tem experiência na área de Educação no Ensino Fundamental II e EJA no Ensino de Geografia, Educação Inclusiva e Narrativas (auto) Biografia. 

Publicado
2021-12-14
Cómo citar
Oliveira Aguiar, A. L., & de Brito Fernandes, S. (2021). Del lugar a las lecciones, del conocimiento a la formación:. Ciencias Sociales Y Educación, 10(20), 23-43. https://doi.org/10.22395/csye.v10n20a2

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.